Português do Brasil English
Devin no Facebook  Devin no Twitter  RSS do Site 
Servidores    

Uma introdução ao Varnish


Comentários  17
Visualizações  
363,363

Um dos problemas mais clássicos dos sistemas dinâmicos na Web é a carga que estes sistemas causam nos servidores. Diferentemente de servir apenas itens estáticos, os conteúdos dinâmicos precisam interpretar códigos, transformá-los, acessar bancos de dados, entre outras operações que tornam a carga de sistema maior. O Varnish é um software de código aberto que serve como uma camada intermediária entre o usuário e o servidor Web. Ele funciona fazendo cache do conteúdo dinâmico, transformando-o em uma página estática em memória, e então mandando para o usuário. Com isso, para todo usuário seguinte, o Varnish serve a página que já está em cache, ao invés do sistema dinâmico ter que efetuar todo o processamento novamente.

Leia mais

Changelog    

O site ressurge como novo!


Comentários  0
Visualizações  
322,481

Depois de muita ansiedade e preparação, o novo site Devin surge! A proposta é continuar trazendo tutoriais completos e de qualidade para o pessoal, o que vem sendo feito desde 2001. O ano de 2013 tem muito o que oferecer para isso, então vamos lá e mãos à obra!

Leia mais

Servidores    

Varnish e backends com IPs dinâmicos


Comentários  1
Visualizações  
336,387

Até as versões atuais do Varnish, existe uma limitação na hora de especificar backends na configuração do VCL: não é possível usar IPs dinâmicos ao definir um backend. Em outras palavras, você não pode ter backends que você não saiba o IP. Em alguns casos, é necessário colocar na definição de backend um hostname, ao invés de um IP fixo. Se por acaso você mudar o IP deste hostname, o Varnish não vai ser atualizado com o novo IP, a não ser que você recompile o VCL (vcl.load e vcl.use). Existe uma solução de contorno (também conhecido como gambiarra) para resolver isso: usar um servidor nginx como intermediador.

Leia mais

Linux    

Cópias remotas de arquivos


Comentários  11
Visualizações  
371,118

Uma das tarefas mais comuns de um administrador de sistemas é fazer cópias remotas de arquivos – ou seja – de uma máquina para outra. Em rede, isto pode ser feito de diversas maneiras, como por exemplo: FTP, HTTP, SSH, RSYNC, entre outros. Este artigo mostra as principais formas de fazer isso. Vou tentar ser o mais direto possível.

Leia mais

Servidores    

Rotação de logs binários no MySQL


Comentários  9
Visualizações  
351,062

Os logs binários do MySQL contém uma espécie de histórico com todas as consultas SQL que são feitas em um servidor. Esses logs servem principalmente para fazer duas coisas: replicar esses dados em um servidor secundário (modelo mestre-escravo) e efetuar backups diferenciais. Muitas vezes acontece da pessoa configurar isso e não tratar esses logs binários. Em um banco de dados com muito movimento, esses logs binários podem crescer assustadoramente e ocupar todo o espaço em disco. Como evitar isso?

Leia mais

Programação    

Shell Script: tratamento de argumentos e opções


Comentários  8
Visualizações  
426,109

Na grande maioria das vezes, a linguagem shell script é usada para criar uma sequência de comandos que automatizam uma tarefa. Nisso, ela é extremamente eficiente e rápida. Combinar comandos é uma grande vantagem que o jeito UNIX de ser nos trouxe: várias ferramentas que fazem tarefas básicas, especializadas, e que quando se juntam realizam grandes feitos trabalhando juntas. Fazemos geralmente de forma sequencial (ou batch), mas podemos também tornar os scripts bem com cara dos utilitários de linha de comando: utilizando argumentos de forma inteligente. Exemplos: -h, -f arquivo, -d, entre outros.

Leia mais

Internet    

Um portal web com WordPress?


Comentários  8
Visualizações  
350,888

Em 2009, durante o CMS Brasil, uma das coisas que Matt Mullenweg (criador do Wordpress) falou foi que o Wordpress não é e não foi feito para ser um CMS completo, ele serve para fazer blogs e nisso o faz muito bem. Na época, a versão do Wordpress era a 2.8.x, e o que ele disse realmente era verdade… Era totalmente otimizado para blogs. Mas isso nunca foi um impedimento para o pessoal usar a criatividade e inventar diversas maneiras de utilizar o wordpress para várias coisas que não são apenas blogs. Este artigo apresenta uma breve introdução (com idéias, sem configurações e detalhamento técnico) sobre um tema contraditório: como não criar um blog, e sim um portal web com WordPress!

Leia mais

Servidores    

Proxy para ambientes mistos


Comentários  9
Visualizações  
341,690

Introdução Ainda me lembro, de uns 10 anos atrás, quando comecei a mexer com programação para Web. Me diverti bastante com o assunto, mas como minha área era realmente Redes e Infraestrutura, acabei rumando para um misto dos dois: Redes e Infraestrutura para sistemas de Internet. Ao longo de minha experiência, trabalhei com gente que fazia pequenos sites, até gente que fazia grandes blogs e portais. Em quase todos os casos, sempre havia ambientes mistos para o desenvolvimento e testes das aplicações. Geralmente são esses três ambientes: Desenvolvimento – Onde realmente os desenvolvedores trabalham, onde o código está sempre cutting-edge e as coisas quebram o tempo todo, consertando-se num passe de mágica. Muitas vezes está localizado na própria máquina do desenvolvedor, dependendo do tamanho do projeto e da equipe. Homologação – Ambiente onde depois de um freeze do site, que a equipe acha que está estável, põe-se o produto para funcionar e fazer vários testes. Este ambiente deve ser fiel ao de produção, pois a validação (como o nome diz) tem que ser feita nele antes de qualquer tipo de lançamento. Produção – Depois de tudo desenvolvido e testado, o ambiente de produção é justamente aquele em que o site vai [...]

Leia mais

Programação    

Utilizando Proxy no WordPress e PHP


Comentários  5
Visualizações  
43,721

Todo mundo conhece o tal Proxy. Quer queira quer não, na maioria das vezes as empresas utilizam um proxy como intermediador entre seus usuários e a Internet em geral. Enquanto o firewall bloqueia todo o acesso externo, deixa apenas essa brecha para os clientes conectarem no Proxy, então este controla tudo o que entra e sai pela Web.

Esse controle do Proxy geralmente tem como objetivo não deixar as pessoas usar sites indevidos. Em algumas empresas, isto é verdade também para os servidores. Forçando os servidores a sair pra internet apenas por um proxy, os administradores tem um controle e logs do que os servidores fazem, podem mensurar e ainda colocam uma camada de segurança a mais, onde possíveis códigos maliciosos nas aplicações web não consigam sair para a internet.

É possível configurar o WordPress (e PHP puro também) para utilizar um proxy sem precisar fazer muito esforço.

Leia mais

Programas    

ssh: problemas com sessões ssh inativas?


Comentários  7
Visualizações  
48,826

Os usuários e administradores de sistema que acessam servidores remotos através de sessões SSH podem conhecer bem o fato: depois de algum tempo sem fazer nada na sessão do ssh (por exemplo: enquanto come um sanduíche ou joga uma partida de Starcraft 2), a conexão cai e tem que ser refeita: usuário, senha, abrir esse ou aquele arquivo, tudo de novo. Multiplicando isso por várias sessões que um administrador de sistema costuma manter ao mesmo tempo, acaba virando algo chato, uma dor de cabeça. Mas existe uma solução para que esse problema não ocorra com tanta frequência…

Leia mais